Diante da injustiça, a covardia se veste de silêncio (Julio Ortega) - frase do blog http://www.findelmaltratoanimal.blogspot.com/

sábado, 25 de março de 2017

Governo oculta nomes que poderiam estar na "lista suja" do trabalho escravo


Após decisão judicial obrigando o governo federal a divulgar a ''lista suja'' do trabalho escravo, o Ministério do Trabalho publicou, em seu site, uma lista com 85 empregadores na noite desta quinta (23). Duas horas depois, retirou 17 deles, deixando uma relação com 68 nomes para consulta pública e afirmando que um erro havia sido cometido. Contudo, a análise do trâmite dos autos de infração mostrou que, ao menos, parte deles já estaria apta a constar da lista. O que contraria a afirmação do ministério.
A justificativa oficial fornecida pelo Ministério do Trabalho a este blog, na noite do dia 23 e confirmada na tarde do dia 24, para a exclusão foi de que houve um erro por parte da instituição, uma vez que essas 17 pessoas e empresas não teriam esgotado ainda os recursos a que têm direito na esfera administrativa – situação necessária para a inclusão de empregadores no cadastro de acordo com a portaria que prevê seu funcionamento. A versão original foi ao ar às 19h17, desta quinta (23), e a segunda versão, às 21h32.

quarta-feira, 8 de março de 2017

Encontro Vegano JMA J'adore mes amis, em São Paulo



"Diante do cenário de violência e crueldade humana que vivenciamos na atualidade, este evento traz a proposta de difundir a Paz e o Veganismo de forma respeitosa.
Convidamos todos a participar de nossa manifestação de Paz!

No evento haverá palestras; oficinas; terapias corporais; exposição e venda de produtos veganos; alimentação; feirinha de hortifruti orgânicos; cidadania; moda; adoção consciente de animais; participação de ONGs e protetores e muito mais!

Todas as atividades são GRATUITAS para o público e ENTRADA FRANCA"

Encontro Vegano JMA J'adore mes amisEncontro Vegano da Paz JMA J'dore mes amis


Domingo às 12h00 às 20h00
Rua Joaquim Távora, 605, São Paulo - SP

Sugestão de como plantar e colher batatas

quinta-feira, 12 de janeiro de 2017

Por defesa de indígenas, Imperatriz Leopoldinense atrai a ira do agronegócio

Por Ingrid Matuoka - CartaCapital

Escola enfrenta críticas de parte do agronegócio por homenagear povos do Xingu; para carnavalesco, ameaças aos índios são parte importante da história brasileira


“O índio luta pela sua terra, da Imperatriz vem o seu grito de guerra! Salve o verde do Xingu”, diz o samba-enredo da Imperatriz Leopoldinense, preparado para o Carnaval deste ano no Rio de Janeiro.

O tema “Xingu, o clamor que vem da floresta" foi criado pelo carnavalesco Cahê Rodrigues, 40, que trabalha há 5 anos com a escola, com o intuito de homenagear os indígenas da região e sua luta pela preservação da floresta e de sua cultura.

terça-feira, 6 de dezembro de 2016

Festival Ecológico em Manaus


MAIOR ENCONTRO DA ALIMENTAÇÃO
VIVA DA AMÉRICA LATINA

DE 29 DE MARÇO A 2 DE ABRIL DE 2017


Feirinha Orgânica no Encontro Vegano de Natal JMA J'adore mes amis


Confirme presença: goo.gl/urTN1x ✔ Dia 18 de dezembro – domingo
✔ Das 12h às 20h ✔ Horário especial da TERAPIAS CORPORAIS: 10h
✔ Rua Joaquim Távora, 605 – Vila Mariana, São Paulo, SP